Home / Editores / Carlos Alceu / Negócios Imobiliários Devem Crescer Em 2018 & Outras Notas

Negócios Imobiliários Devem Crescer Em 2018 & Outras Notas

NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS DEVEM CRESCER 10% NESTE ANO
O mercado imobiliário brasileiro tende a crescer 10% neste ano, na avaliação do Secovi-SP. Para tanto, a entidade ressaltou que o setor precisará de recursos da poupança e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, para financiamentos. O Secovi-SP também quer a regulamentação dos distratos e da Letra Imobiliária Garantida (LIG) para impulsionar os negócios.
COMPRADOR DEVE FICAR PROTEGIDO AO ADQUIRIR IMÓVEL DE CONVIVENTE
Nas uniões estáveis, assim como nos casamentos, há a necessidade de consentimento do convivente ou cônjuge para a alienação de imóvel adquirido durante a constância da relação. Mas, as peculiaridades que envolvem as uniões estáveis – como a dispensa de contrato registrado em cartório como requisito para a validade da união –, tornam necessária a proteção do terceiro de boa-fé que adquire imóvel de um dos conviventes, especialmente nos casos em que o vendedor se apresenta como solteiro.
ECONOMIA FAVORECERÁ LOCADORES E VENDEDORES DE IMÓVEIS
O aumento da demanda por imóveis, a queda na taxa de juros oferecidos aos investidores, a diminuição da oferta e os preços estáveis nos últimos anos, são indicativos de uma recuperação do setor. Por conta desses fatos, consultores, entidades e investidores preveem que o mercado estará mais favorável para quem busca alugar ou vender, e que os preços subam ligeiramente em 2018.
REGULAMENTADA DAÇÃO DE IMÓVEL PARA QUITAR DÍVIDA COM A UNIÃO
A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional regulamentou o procedimento de dação em pagamento de bens imóveis para extinção de débitos, de natureza tributária, inscritos na Dívida Ativa da União. As regras constam de portaria já publicada no Diário Oficial da União, mas elas não se aplicam aos débitos de micro e pequenas empresas optantes do Simples Nacional.
REDUÇÃO DOS ESTOQUES VAI PRESSIONAR PREÇOS DOS IMÓVEIS
A expectativa do mercado imobiliário é que o estoque de imóveis vazios siga diminuindo no decorrer do ano, provocando alta nos preços. Considerando que o ritmo da construção de novos empreendimentos caiu nos últimos três anos por causa da crise econômica, o mercado espera que a alta demanda pressione o valor dos imóveis antes que a oferta cresça novamente.
PREÇOS DOS IMÓVEIS CONTINUAM ESTÁVEIS EM TODO O PAÍS
O preço médio dos imóveis residenciais no País teve uma leve alta de 0,03% em janeiro, na comparação com o mesmo mês do ano passado, mas nos últimos 12 meses o preço médio recuou 0,36%. Os dados foram divulgados pela Abecip – Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança, cuja pesquisa considera os valores dos imóveis vendidos por meio de financiamento.
 

About Carlos Alceu Machado

Advogado especialista em Direito Imobiliário e empresario no mercado imobiliário

Veja também

Mercado Imobiliário Está Animado Com 2018 & Outras Notas

MERCADO IMOBILIÁRIO ESTÁ ANIMADO COM 2018 Caroline e Claudia adquiriram o primeiro imóvel no ano …